28 janeiro 2008

Aqualung, poderoso áudio player

Andando à procura duma alternativa para ouvir um sonzinho aqui no sistema do pinguim, dei de caras com um programa que nunca tinha ouvido falar. Do Banshee, Listen, Amarok, XMMS já todos ouviram falar ou até mesmo experimentar. E o Aqualung? Este player originalmente construído apenas para GNU/Linux, hoje é multi-plataforma pois corre em FreeBSD e OpenBSD e Windows.




Segundo os seus criadores, tem como características

  • a possibilidade de agarrar os CDs de áudio e arrancar-lhes as músicas, convertendo-as para wav, FLAC, Ogg, ou mp3
  • streaming de rádio via internet em mp3 ou Ogg
  • suporte de RSS ou podcasts de áudio, são suportados
  • praticamente todos os formatos sem compressão são suportados
  • FLAC é suportado, para que o Marco não venha com desculpas
  • claro que Ogg Vorbis ou Ogg Speex são suportados
  • ficheiros de áudio MPEG também são suportados
  • ficheiros MOD suportados com alta qualidade
  • Musepack (a.k.a. MPEG Plus) também suportados
  • ficheiros codificados com Monkey's Audio Codec também são suportados
  • muitos outros formatos e codecs também suportados via FFmpeg
  • e, incrível, tanto em mono como em stereo :)
Não chega? Podem consultar o resto das características na sua homepage e podem visualizar alguns screenshots aqui. Garanto que fica a matar num desktop como aquele que o Bruno nos mostrou, ou até mesmo em Windows.


Links: Homepage, downloads (Debian-like é o apt-get do costume)

Já vos disse que também tem skins ou temas?

6 comentários:

Tera sido inspirado num dos melhores albuns da minha banda preferida ?

http://remus.rutgers.edu/JethroTull/Albums/Aqualung.html

;)

mpd FTW!

rui galvao disse...
29 janeiro, 2008 00:52
 

exaile é bem giro e divertido! :)

Dentro dessa onda de leitores, prefiro o totem. :D

Estive a ver o desktop do tal do Bruno e aquilo está brutal! Com um desktop daqueles, de certeza que é o melhor blogger do mundo. xD

Eu lembro-me quando o aqualung começou a ser desenvolvido, objectivos ambiciosos e pelos vistos conseguiram.
Vou experimentar outra vez, mas vou continuar com o mpd, claro. :)