27 janeiro 2008

Flyback, versão "Time Machine" da Apple para Linux

Alguns membros da comunidade open source já tinham admitido que o Time Machine da Apple era um bom produto e que o GNU/Linux já tinha quase toda a tecnologia necessária para o recriar. Puseram as mãos ao trabalho e criaram o Flyback à imagem do similar da Apple, mas evitando fazer a burrada de que os apple fanboys (ou apple cheerboys) se tem queixado.


Este Flyback é baseado no rsync e cria backups sucessivos das pastas que quiseres salvaguardar, podendo restaurar tudo mais tarde.
Segundo os seus autores, há duas grandes diferenças entre este Flyback e o Time Machine: não existe um mecanismo "inotify" em Linux, de modo que o Flyback irá fazer um scan a toda a estrutura de pastas quando fizer o backup; não há suporte a "hard-linkings" em Linux.

Quem quiser usar este programa, basta fazer o download, descompactar depois o tar.gz com o comando e lançá-lo de seguida:

tar -zxvf flyback_0.4.0.tar.gz
python flyback.py


Ainda lhe falta muito trabalho, mas é de esperar grandes avanços neste Flyback.

Fonte: Linux and Opensource Blog

4 comentários:

O rsync é do melhor para fazer backups.

Já agora conheces o duplicity http://duplicity.nongnu.org/ ? Não tem é interface gráfica e usa tb o librsync entre outras bibliotecas. Também é mto bom!

Sabes que o que o pessoal gosta é de interfaces bonitos, janelinhas à maneira, e tal... Linhas de comandos é muito chato :)

Sulfurioso disse...
28 janeiro, 2008 23:20
 

E que tal o fwbackups? GUI não muito pipi mas faz o que é preciso.
Parece-me fixe.

"não existe um mecanismo "inotify" em Linux"

falso, ja' existe á bastante tempo:
http://en.wikipedia.org/wiki/Inotify

o mais provavel e' que usam o rsync directamente, que nao usa inotify, mas nada impede de criar um daemon a controlar as alterações e depois as transmitir ao rsync


"não há suporte a "hard-linkings" em Linux."

falso novamente, todos os unix like que conheco suportam hard links... man ln
O que não existe é suporte para hardlinks de directorias, pois levam a vários problemas... entre perder tempo a tentar corrigir, usa-se synlinks ou pura e simplesmente cria-se a nova dir, o inode gasto nao compensa o trabalho

higuita