28 maio 2007

O pior tipo de ameaça informática.

Foi descoberto mais um destes, mas há quanto tempo estaria já activo?
Este tipo de malware é silencioso, não tem intenções de estragar nenhum sistema, não se mostra, portanto é dificil ser detectado... ainda mais sendo um malware que não tenta desenfreadamente contaminar outros Pc's multiplicando-se, torna-o ainda mais dificil de ser detectado. E o objectivo para o qual foi criado é do pior que se pode ter, e acho incrível classificá-lo de "baixo risco", só porque o nº de infecções será baixo.

Admiro-me como é que ainda há gente a pensar "O meu sistema está a funcionar bem, portanto não pode estar contaminado". Pois abandonem essa ideia, presentemente não há maneira nenhuma de se garantir que um sistema Windows está limpo de malware. Pensem só em quantas ameaças destas estarão activas e ainda por descobrir?

NetBanking com Windows = Ruleta Russa

ArameFarpado

9 comentários:

Rouba os dados da conta bancária, abre um backdoor no pc infectado, tem um nível médio de dano e está classificado como Risk Level 1: Very Low?! Concordo que é estranho este tipo de classificação.

"presentemente não há maneira nenhuma de se garantir que um sistema Windows está limpo de malware"

Talvez haja; basta instalar o windows num pc sem ligação à net e que não se use. Claro que podem dizer que Windows é malware, ao que respondo: "Merda, fiquei sem resposta".

A quantidade enorme de malware foi uma das razões que me levou a mudar para GNU/Linux, mesmo sem ter Photoshop (o gimp é fixe, mas não se compara). O facto de não poder transferir as fotos do meu nokia 6630 para o pc também não ajuda, mas antes isso que trojans, vírus e outras porcarias.

Não há nada como ir verificando os movimentos de conta...

Anónimo disse...
28 maio, 2007 23:56
 

O Vista não foi afectado :)

Tretas! Marketing enganador! O vista é tão vulnerável como os outros, basta o utilizador responder sim à pergunta Deny/Allow... isto se ele não se tiver passado antes com aquilo e desactivar o UAC.

como podem ver aqui:
http://www.symantec.com/security_response/writeup.jsp?docid=2005-040717-0501-99&tabid=2

a symantec também não classificou isto para o Vista, mas quando este lindinho apareceu, no bolhetim da microsoft estava lá bem visivel que atacava o Vista também, e todos sabemos bem disso... estranhamente agora retiraram essa informação do bolhetim.

Eles disseram que criaram um sistema resistente a malware e agora têm que manter essa ilusão custe o que custar, começando por omitir a verdade.

Marketing, puro marketing...
Só os tolos é que acreditam.

@aramefarpado
Tolos e não só. Para o comum dos utilizadores, se diz que o Vista não é afectado, eles acreditam porque confiam na ou nas empresas.

Tenho passado algum tempo a ler foruns de ajuda e discussão do Vista, e acho engraçado que sempre que alguém reporta uma situação que claramente aponta para uma infecção, todos os "helpers" fecham-se em copas... inclusive já li um relatório dum sistema Vista a dar o tão famoso erro de "falta de memória virtual" estando ele (o sistema) a gerir a memória virtual, este é um dos sintomas que já vi várias vezes no XP quando infectado.

Por isso não me venham dizer que estas ameaças não afectam o Vista, a unica barreira adicional relativamente ao XP é o sistema UAC, que se baseia em perguntar ao utilizador se quer mesmo correr determinado programa.

Ora respondam-me só a isto:
Se realmente os virus, trojans, spywares, etc, não afectam o Vista; então porque é que usam anti-virus nele?

Será que é tão dificil de entender isto?

Eu acredito no que dizes. Também já disse muitas vezes que o UAC não é nenhum sistema de protecção, muito menos o sistema de protecção ultra-sónico que a Microsoft diz que é.

Mas mete-te na pele do comum do utilizador. Eu conheço montes de gente que, se vissem esse relatório da symantec e eu lhes disse-se que o vista também era afectado, apesar de não estar mencionado, eles não acreditavam em mim, pelo simples facto de uma empresa de "segurança" dizer que o Me2.0 não é afectado.

Bruno disse... Eu acredito no que dizes.



E eu não disse que não acreditavas ;)