24 maio 2007

Window Maker bem vivo

Há quem não saiba e há quem se esqueça, mas o GNU/Linux não é só KDE ou Gnome. Com o actual aumento de novos utilizadores do SO do pinguim (obrigado Me2) e o sucesso do Ubuntu, estamos perante uma massificação do Gnome/KDE, embora hoje em dia até haja muita gente que conheça o XFCE. Mas a verdade é que existem bastantes mais desktops managers (ambientes de trabalho).

Há poucos anos, uns dos mais famosos e conhecidos era o
Window Maker, e havia razões para isso, pois é bastante personalizável, leve e bonito.



Com o objectivo de manter vivo o interesse pelo Window Maker, reunir informações, dicas e material, o Wmaker Cyaneus é um blogue a visitar, a explorar e até a colaborar...

5 comentários:

ai, ai, o Window Maker não é um desktop manager, mas sim um window manager.h

Tens razão, mas dá para perceber a ideia :)

Aqui o autor só queria saber se os leitores estavam atentos ao artigo.... :D

Nunca experimentei... Já experimentei e tenho instalado o E17, apesar de ser muito instável.

Agora a pergunta rookie: Se é Window Manager, precisa de um desktop manager??

Guilherme disse...
25 maio, 2007 00:33
 

Ahhh! Ele pode ser leve e personalizável, mas bonito não.
Não chega aos pés do Gnome e KDE. :-P

Mas vale pela possibilidade de configurações e pela leveza. Já faz parte do meu repertório, junto com o Enlightenment17 e o Fluxbox. ;)