18 maio 2008

Mas o comando é mesmo MEO???



Ainda acham que o MEO é um bom produto? Cheio de DRM tal e qual o Microsoft Vista Media Server?
Não se deixem maneatar como meros bonecos consumidores e sem direitos...


Fonte: Software Livre no Sapo


5 comentários:

eldarion disse...
19 maio, 2008 17:08
 

Eu uso o Meo e para dizer a verdade não tenho tido razões de queixa. Ok, as box's não deixam gravares filmes para o computador ou qualquer outro sítio, mas e depois? Não queriam mais nada? Um cafézinho, talvez..?

É certo que as box's têm DRM e funcionam a Windows (o que me repugnou um bocado, ao princípio), mas também é certo que agora faço downloads a 8Mb/8Mb contratatos. Não era como dantes que fazia a 3Mb/8Mb contratados. E tenho tráfego internacional ilimitado.
E, claro, posso gravar para a box o que eu quero, á hora que quero.

Não se preocupem demais com o DRM... mais tarde ou mais cedo ele é quebrado e podem gravar á vontade para "um sistema de backups :)"

Já há gente a tentar quebrar a box (visto que é a mesma que é usada em vários países) e já vi num sítio qualquer que há uma versão Linux para pôr na box, em vez do Window$.

Uma coisa é apoiar o software livre sempre que possível, outra é sermos extremistas, ao ponto de não usar nada que não seja open source. Sinceramente, eu não quero ficar como o Richard Stallman.

Tenham calma que o DRM vai desaparacer a seu tempo... aliás, já está a desaparecer.

eldarion disse..

"Eu uso o Meo e para dizer a verdade não tenho tido razões de queixa. Ok, as box's não deixam gravares filmes para o computador ou qualquer outro sítio, mas e depois? Não queriam mais nada? Um cafézinho, talvez..?"

Claro que quero um cafézinho, um cafézinho sabe sempre bem.

"É certo que as box's têm DRM e funcionam a Windows (o que me repugnou um bocado, ao princípio), mas também é certo que agora faço downloads a 8Mb/8Mb contratatos. Não era como dantes que fazia a 3Mb/8Mb contratados. E tenho tráfego internacional ilimitado.
E, claro, posso gravar para a box o que eu quero, á hora que quero."

O.K

"Não se preocupem demais com o DRM... mais tarde ou mais cedo ele é quebrado e podem gravar á vontade para "um sistema de backups :)"

O problema com o DRM não é só a questão de direitos de autor(leia-se direitos de editoras).É uma questão de privacidade e de liberdades civis.

"Já há gente a tentar quebrar a box (visto que é a mesma que é usada em vários países) e já vi num sítio qualquer que há uma versão Linux para pôr na box, em vez do Window$."

Isso é interessante, isso é legal, ilegal, ou está numa zona cinzenta da lei?

"Uma coisa é apoiar o software livre sempre que possível, outra é sermos extremistas, ao ponto de não usar nada que não seja open source. Sinceramente, eu não quero ficar como o Richard Stallman."

Eu acho que o R.M.S ainda faz muito mais bem do que mal e independentemente disso ele não está acabado, como qualquer pedaço de bom software livre; sempre em evolução. :)

Tenham calma que o DRM vai desaparacer a seu tempo... aliás, já está a desaparecer.

Penso que nos filmes e na música e em outras artes o DRM está a desaparecer sim, mas há perigos maiores.

Cumprimentos

Concordo plenamente com o eldarion. Não vamos ser extremistas. Eu sou adepto confesso de Linux, uso meo e até agora não me queixo de nada, a não ser os servidores dns, algo facilmente contornavel.
Eh pah não me venham com a treta dos backups, isso era o cumulo. Eu até gostava, mas vamos lá ser realistas.

eldarion disse...
20 maio, 2008 17:26
 

O problema com o DRM não é só a questão de direitos de autor(leia-se direitos de editoras).É uma questão de privacidade e de liberdades civis.

Tens razão, mas, como disse, não podemos ser extremistas ao ponto de dizer que não uso nada que não seja open source (tanto a nível de software como de qualquer outra coisa). Eu pelomenos não sou. Uso linux, estou contente por usa-lo, mas continuo (por enquanto) a preferir os drivers oficiais da Nvidia. Continuo a comer Hamburgueres no MacDonalds, pizzas na Pizza Hut e outras coisas puco saudáveis e de cujo conteúdo (e o modo de fabrico) desconheço.

A principal razão por que uso Linux não é porque não gosto das políticas comerciais da Microsoft, mas sim porque faz aquilo que eu quero, como eu quero, raramente me dá chatices e porque simplesmente acho que é uma melhor tecnologia que o Windows.

Na nossa vida, de entre as coisas más, temos de escolher a menos má. E sinceramente, prefiro ter DRM na box da Meo, do que ter apenas 4 canais televisivos, ter uma internet de mer**, pagar o aluguer do telefone e tudo mais. O DRM da box não me incomoda nada, por enquanto. Quando me começar a encomodar e a proibir-me de gravar/ver o que eu quero, aí sim, penso noutras alternativas.


Isso é interessante, isso é legal, ilegal, ou está numa zona cinzenta da lei?

Ilegal. Os equipamentos são alugados, logo não se pode fazer alterações. Mas onde é que isso é impedimento para alguém? :)


Eu acho que o R.M.S ainda faz muito mais bem do que mal e independentemente disso ele não está acabado, como qualquer pedaço de bom software livre; sempre em evolução. :)

Eu acho que o R.M.S tornou-se um egocêntrico, anti-social e sem respeito nehum pelas pessoas. Basta pesquisares na net que encontras vários relatos de pessoas que o convidaram para dar palestras e conviveram com ele durante esse periodo. Ele tornou-se numa pessoa detestável.

É pena, porque no prinćipio até tinha boas idéias...

Cumprimentos

Bem, eu também como hamburgueres no MacDonalds, e mea culpa, também uso drivers da Nvidia. :)