04 maio 2009

Menu circular no Gnome

Uma nova e interessante proposta para o menu do Gnome, o Circular Application Menu. Este menu abre-se em círculos e dele saem outros submenus circulares, e complementa-se com o Gnome-Do tal como se pode apreciar nesta imagem ou neste vídeo explicativo do YouTube:


Será que esta proposta irá vingar? O Compiz teve muitas críticas iniciais e hoje é quase imprescindível. Que opinam voces?
Ambos os programas podem ser facilmente instalados a partir do Getdeb. Atenção que é necessário o Compiz ou similar para o treco funcionar...

Fonte: NoticiasLinux

6 comentários:

São vários os estudos de usabilidade que podes procurar que dizem que o menu de forma circular é muito melhor que os tradicionais menus, nem que seja porque te permite navegar mais rapidamente e dá-te uma maior margem de erro na selecção que fazes.

Eu opino que a idéia não é nova, e acho que não é muito útil.

Existe pelomenos um projecto em KDE que tenta fazer o mesmo:

* Kommando (de setembro de 2005)
http://www.kde-look.org/content/show.php/Kommando?content=29514

Na minha modesta opinião é um elemento de interface que parece feito sob medida para uso em telas sensíveis ao toque. Nestes cenários eu acredito que pode se mostrar muito mais eficiente do que menus convencionais.

No entanto essa implementação para Gnome ainda está muito tosca pois essencialmente se expande as opções de navegação para outros círculos. Acho que seria mais interessante operá-los de forma concêntrica, por vezes expandida para um círculo externo mas apenas quando fizer sentido.

Este tipo de menus é utilizado no e-beam e é funcional em ambiente de toque.
Lembro-me de experimentar um sistema de menus semelhante, penso que no gdesklets, mas muito disfuncional.

O compiz está muito longe de imprescindível... Mas muito longe mesmo.

horrivel. com o rato, é muito mais fácil descrever movimentos rectos, como acontece num menu normal, do que circulares. dói-me o pulso só de pensar em fazer circulos com o rato :| . se for num touchscreen, deve ser muito porreiro, parece que estamos a arranhar vinil :D